Virgil's Purgatory



Virgil's Purgatory

(o Purgatório de Virgílio)

Um game no estilo "metroidvania", que em sua narrativa mistura elementos da história do Cangaço brasileiro, literatura de cordel, e a Divina Comédia de Dante Alighieri. Encontre todos os seis artefatos, enfrente 5 chefes de fase, ganhe novas habilidades e tenha acesso a novas áreas neste purgatório visualmente inspirado na arte das xilogravuras. Tudo isso em gráficos e sons 8-Bit que simulam games de Game Boy e Super Game Boy.

O game pode ser instalado em três versões: Português; Inglês, ou Monocromática. Abaixo você encontra o link para baixar o game, um texto a respeito da produção, e imagens gifs do jogo em ação.

Donwload

Game Jolt: Virgil's Purgatory
Indie Game Stand: Virgil's Purgatory
Indie DB: Virgil's Purgatory






Um pouco sobre a produção deste game:


Tudo começou com a chamada do site itch.io para a competição "GBJam5", onde os participantes teriam 10 dias para produzir um game original que se limitasse à resolução de 144X160 pixels e apenas 4 cores, de livre escolha, assim como no super gameboy (SGB: adaptador para jogar jogos do portátil GB no Super Nintendo). Eu tinha algumas ideias soltas, incluindo a do personagem com um crânio de boi no lugar da cabeça, e por sugestão da Ju, ficou definido ambientar o game no sertão nordestino. Logo veio a associação com o cangaço, a literatura de Cordel, e demais referências culturais associadas. A algum tempo eu lia a versão em versos de a Divina Comédia, assim como tenho fixação pelas pinturas de Bosch, e logo tudo isso se misturou para criar a narrativa do game.

Falando na narrativa, tentei usar o mínimo de texto possível. A introdução, que sugere que você é um sujeito morto, decapitado, e que cai em algum tipo de purgatório (sugerido pelo título), já dá conta de introduzir a história. os textos do peregrino (inspirado em Antônio Conselheiro, da guerra de Canudos, na Bahia do final do século XIX), servem de ajuda caso o jogador não saiba o que fazer em dado ponto do game, assim como contribuem para a narrativa. obviamente que estes textos deviam ser em versos simples e curtos, assim como a literatura de cordel, e indiretamente, como o tipo de literatura medieval no qual tanto o cordel quanto a obra de Dante se filiam.

Quanto aos gráficos, foi um desafio estimulante tornar o game o mais colorido possível com apenas 4 cores. Experimentei diferentes paletas, mas decidi que esta tinha mais relação com a xilogravura, com o cangaço, com cenários infernais, além de me dar uma gama de "predominância de cores" maior, podendo variar mais os cenários. novamente, meu desafio foi superar algumas limitações do ARGS (Arcade Game Studio), incluindo a da resolução, coisa facilmente resolvida com adição de bordas na camada mais a frente dos gráficos. O som do game foi composto com o Mario Paint Composer, versão não oficial de PC, com uma "sound font" de sons de NES.

Então, obrigado por ler este texto até aqui, e aproveite o game. Jogue e ajude a divulgar, o game é gratuito e está disponível na internet para computadores com o Windows (usuários de Linux, nunca testei no Wine, se obtiverem sucesso, me avisem). E se tiver interesse em ter acesso ao código fonte (na verdade, ao projeto do game no ARGS), para se utiliza de gráficos, ou aprender como fazer algo parecido no ARGS, os arquivos originais estão disponíveis por 5 doletas no site itch.io (brasileiros, entrem em contato para outras formas de aquisição). Nos vemos no próximo game.

Imagens Gifs:



    











Versão SGB (Colorida)


Versão GB (Monocromática)


Nenhum comentário:

Postar um comentário